A Fórmula da AFIRMAÇÃO IDEAL

Que tipo de alimento você põe em sua boca?

Enquanto mastiga, você pensa o bem ou o mal que este alimento estará fazendo a você?

Está muito em alta cuidar do corpo, dietas, malhação, etc…
Isso é MA RA VI LHO SO!!! Continue!

Mas, que tipo de alimento você nutre sua mente?

Você já pensou sobre isso?

Este é o questionamento que trago para você hoje…

Você pensa na qualidade desses pensamentos ou vive a deriva em um eterno piloto automático? Funcionando, muitas vezes, como uma verdadeira esponja, que absorve e se inunda com o que chega a você, sem filtros ou mesmo uma peneira…?

Nem preciso dizer da importância de cultivar bons pensamentos…
Nem o quanto pensamentos negativos podem ser nocivos.

Você pode defender-se dizendo:

_ Já tentei ser positiva, mas isso me parece falso…

Sim, eu entendo você. Entendo de verdade!

Pode ser muito esquisito mesmo, estar encharcado embaixo de um aguaceiro e começar a afirmar que o Sol está lindo e que faz muito calor.

Estar em uma realidade bem diferente e repentinamente começar a afirmar o oposto, pode parecer insano.

É preciso que ao afirmar algo, soe verdadeiro aos seus ouvidos!

Como você pode querer que alguém, ou o Universo acredite em algo que você está falando, quando nem mesmo você acredita?

E foi pensando nisso, que resolvi compartilhar com você minhas reflexões sobre o conteúdo fantástico do livro “A Lei da Atração” de Michael J. Losier.

É o que o autor chama de Ferramenta1:

“REFORMULANDO SUAS AFIRMAÇÕES PARA QUE ELAS SEJAM VERADEIRAS PARA VOCÊ.”

De nada adianta fazer afirmações simplesmente, se na hora de fazermos tais afirmações parte de nós não acreditar.

Por exemplo, se você afirma na frente do espelho:

“TENHO UM CORPO ESGUIO QUE ME AGRADA.”

E olha no espelho e está gordo. Imediatamente você sente que não é uma verdade e vibra na sensação e não na afirmação que acabou de fazer.

E como fazer que, mesmo estando distante do meu objetivo, eu possa falar uma afirmação positiva?

Michael propõe um exercício para “entrar em um processo de ter o que você quer.”

Por exemplo, pensando assim:

”ESTOU EM PROCESSO DE GOSTAR CADA VEZ MAIS DO MEU CORPO.”

Aí sim, você começa a acreditar, podendo depois usar uma afirmação mais direta, e até mesmo criar a sua Afirmação Ideal.

Pude, então, entender mais claramente o porquê que afirmações do “Jogo do Contente” dos Livros Pollyana Menina e Pollyana Moça de Eleanor H. Porter, não me caíam tão bem aos ouvidos, porque eu (Magaly) não acreditava. Ou melhor, parte de mim não acreditava.
As afirmações eram distante da minha realidade e das de muita gente…
Obviamente não se pode negar, a linda mensagem de ressignificação contidas nos dois livros!

É importante, ao criar afirmações que elas sejam mais verdadeiras para você!

Mas, e a tal AFIRMAÇÃO IDEAL?

Vamos ao passo a passo, segundo o autor da criação da AFIRMAÇÃO IDEAL:

1º. Passo – Exercício da Oposição:

Muitas vezes, sequer sabemos o que queremos, quiçá acertarmos usar palavras mais adequadas para atrair nossos objetivos.
E, quando isso acontece, a maneira mais fácil é tomando consciência do que você não quer.

Como é isso?

Com este exercício, você descobre primeiramente, tudo que você não quer.

Vamos lá?

Faça uma lista de umas 100 coisas que você não quer.

Você pode reclamar:

_ 100?? Não tenho tudo isso…

Hum… Pense um pouquinho mais…

Depois de ter escrito as 100 coisas que você não quer, ao lado escreva o oposto de cada item.

Gaste o tempo necessário para fazer esta etapa do exercício.

Muito bem!

Percebe? Sabendo o que você não quer, vai descobrir, com certeza, o que quer!

O autor chama este momento de “O Processo para Obter Clareza Através da Oposição.”

Já que agora você sabe o que quer, vamos para o próximo passo?

2º. Passo – O PROCESSO:

Buscar O PROCESSO, ou seja, frases que soem melhor aos seus ouvidos,

como:

“Estou em processo de gostar cada vez mais do meu corpo.”

Ao invés de:

“Tenho um corpo esguio que me agrada.”

Pegou?

Uma vez que sua mente já está no caminho, aceitando estar no processo, creio que podemos agora passar para a Ferramenta 2:

“A FERRAMENTA DA AFIRMAÇÃO DO DESEJO.”

Que contém 3 elementos:

1 – A Frase de Abertura

2 – O Conteúdo (sua lista de clareza, que você conseguiu através do Exercício de Oposição).

3 – A Frase de Encerramento.

Vamos a prática?

COMO CRIAR UMA AFIRMAÇÃO IDEAL DO DESEJO

1 – Frase de Abertura:

“ESTOU EM PROCESSO DE ATRAIR TUDO AQUILO QUE PRECISO FAZER, SABER OU TER PARA ATRAIR O MEU DESEJO IDEAL.”

2 – Conteúdo:

Use as afirmações de sua Lista de Clareza, combinando-as com as frases seguintes:

“ADORO SABER QUE O MEU _________IDEAL_______________”
“ADORO COMO ME SINTO QUANDO____________________”
“DECIDI ________________”
“CADA VEZ MAIS ______________________”
“FICO ENTUSIASMADO SÓ DE PENSAR QUE _______________”
“ADORO A IDEIA DE __________________”
“ADORO ME VER ____________________”

Exemplo:

“Adoro saber que meu companheiro ideal mora na mesma cidade que eu.”

3 – Frase de Encerramento:

“A LEI DA ATRAÇÃO ESTÁ SE EXPANDINDO E ORQUESTRANDO TUDO O QUE PRECISA ACONTECER PARA QUE O MEU DESEJO SE REALIZE.”

Após conhecer mais sobre o tema, observe, então, a diferença de vibração entre as duas afirmações abaixo:

“Adoro saber que meu relacionamento ideal está crescendo e se desenvolvendo.”

e

“Meus relacionamentos estão crescendo e se desenvolvendo.”

Agora, você pode criar as suas afirmações ideais para todos os seus objetivos!

A gente se vê!

Magaly Evangelista

Quer saber mais?

Michael J. Losier

Gostou?

Comente!
Recomende aos amigos!

9 pensamentos em “A Fórmula da AFIRMAÇÃO IDEAL”

  1. Nossa, exercício prático de descobrir o que se quer, caiu como uma luva pra mim queridinha! Obrigada por compartilhar conosco seus estudos e trazer aqui prontinho pra gente! beijos!!!

  2. Oi Meg!
    Eu havia esquecido essa prática maravilhosa. Certo dia emprestei o meu estojo do "Segredo", contendo o livro citado de Michael J. Losier + The Secret, livro e filme, de Rhonda Byrne. Até hoje não recebi o material de volta nem me lembro a quem emprestei.
    Que bom que você trouxe essa lembrança acrescida de seus comentários enriquecedores!
    Grato pela inspiração e generosidade!
    Bjus! Dadá

  3. Dadá anjo!
    E é bom lembrar para nós penelistas, que o Michael J. Losier é um neurolinguísta fantástico!!
    Fico feliz que alguém tão investigativo qto vc, tenha se beneficiado!
    bjsssssssssss
    Meg

  4. Magaly, maravilhoso! Falou e disse… costumo falar sobre isso porém não dessa forma. Gostei muito da maneira como apresentou. Vou colocar para meus leitores do "Garra" tá? Obviamente citando a autora né? Rs…
    Bj grande e luz. Simone Sá Pito

  5. Olá Simone!

    Sincronicidade… estamos perceptivos a algo e somos atraídos a este algo quer seja ele positivo ou negativo… é como as grávidas, só enxergam coisas de criança, sapatinhos, roupinhas, carrinhos de bebê. Assim vc foi levada a meu texto!
    Que bom que gosta do que escrevo!
    bjs no coração, muitas alegrias em seu caminho e mais sucesso no seu blog!
    Meg

  6. Muito bom!!!Super pertinente.Sem saber o que queremos, sem direção, não chegaremos a lugar algum.
    bj grande Meg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *